• Luciano Arruda

A Psico na Cultura: It (Stephen King)

Olá tudo bem?


Hoje eu vou falar um pouco sobre o livro e também os filmes baseados na obra It do grande mestre do terror Stephen King e como ela está ligada a Psicologia.


Meu primeiro contato com a obra It se deu através do filme “It uma obra prima do medo”, que foi lançado nos anos noventa se não me engano para ser exibido em uma rede de televisão norte-americana, e preciso aqui confessar que o tradutor do título foi extremamente feliz pois não consigo pensar em outra obra que trate do tema “medo” com tamanha genialidade.


It conta a história de Pennywise um palhaço (ou talvez não) que a cada vinte e sete anos assombra a cidade de Derry, a obra é tratada do ponto de vista de um grupo de amigos os loosers que criam um pacto para futuramente destruir “a coisa”, falar mais do que isso é dar spoilers.


Principalmente na segunda parte do livro, e também notável nos dois filmes a figura de It se transforma gradualmente do palhaço macabro ao medo individual de cada um dos loosers, aí em minha visão está a grande sacada de King, pois “a coisa” passa a materializar tudo aquilo que tememos.


O medo é uma queixa muito comum na terapia, nascemos, crescemos e vamos morrer com vários medos, que mudam constantemente, existem os medos coletivos relacionados muitas vezes a violências ou doenças e os medos individuais que formam um grupo imenso e pouco homogêneo.


O combate aquilo que tememos é muito individualizado em terapia, cada pessoa teme algo de uma determinada forma e deve ser tratada de maneira única, são muitas as técnicas utilizadas destacando-se a racionalização e também e dessensibilização sintomática onde de forma segura, lenta e gradual vamos expondo o paciente aos seus medos e fobias.


O livro/filme é muito interessante para ser lido ou visto, sim pode ser perturbador, no entanto, o final da obra nos guarda uma mensagem importante de como combater o medo, não se deixe impressionar e se permita aprender sobre o medo com essa grande obra prima da literatura moderna.


Dias atrás após assistir a segunda parte do filme intitulada It Chapter II, eu escrevi um pequeno texto sobre alguns medos meus, de meus conhecidos e também que me foram apresentados pelos pacientes na terapia, transcrevo ele abaixo e espero que não te assuste muito…


Do que você tem medo? Da morte? Talvez da vida, possivelmente teme sua mãe, seu pai, seus irmãos ou filhos.


Tem medo dos comunistas, dos fascistas, dos liberais, do presidente, do congresso, das eleições, teme a política, o voto, a democracia e também a falta dela, teme que o político faça um péssimo governo, mas as vezes tem medo que alguém governe bem.


Você teme a serpente, o rato, a barata, o mosquito que transmite moléstias, teme leões, tigres, tubarões, cães, gatos, teme a natureza, sua fúria, furacões, tempestades, o sol. Se apavora com o mar, com as matas…


Teme aquilo que você não vê, teme Deus, o diabo, teme crer e descrer, teme a ciência, os espíritos, os fantasmas, teme estar errado, estar certo, teme a dúvida, teme as certezas.


Tem medo de seus pensamentos, de ficar louco, velho, careca, gordo, broxa, flácida, frígida, teme não ser amado, mas teme amar, teme o compromisso, a solidão, sua consciência, seu senso de moral ou a falta dele.


O infarto te assusta, o câncer, o derrame, a diarréia, a covid, a tuberculose, a AIDS, tem medo do hospital, dos remédios, da injeção, do toque na próstata, da mamografia, de engravidar, de nunca ter filhos. Tem medo de perder a visão, a audição, o desejo sexual, a voz, as pernas, de não perder a barriga, a queda dos cabelos te apavora, as rugas, as manchas, as celulites, os cabelos brancos que nascem em sua cabeça, que você tem muito medo de perder.


Teme o ladrão, o assassino, o estuprador, o golpista, teme a violência a desordem, mas também teme a ordem, teme ir embora, teme ficar e ver, participar e também não fazer parte.


Você não consegue lidar com o boleto, as dívidas, teme a pobreza, a fome, a miséria, se assusta perante o desemprego, o fracasso, a crítica, a concorrência. Tem medo da riqueza, do poder, da inveja, tem medo do sucesso, sim você tem…


Você tem medo de perder o controle, teme o prazer, o sexo, a comida te assusta, o sono, a risada, morre de medo de experimentar, de gostar, de viciar. Teme perder, teme ganhar, teme poder e não poder, tem medo daquilo que não conhece e ainda mais medo daquilo que conhece.


Você tem medo de sentir medo, pânico, desespero, depressão… Tem medo de ter coragem.


Você teme a terapia!! Tem medo de mim! Sei que sou seu maior terror, seu maior temor!!


Eu sou a coisa, o it que te assombra. Combata seus medos!! Me enfrente… Tem coragem?


Escrito por Luciano Arruda, Psicólogo e fundador do Fluidez Mental, que na realidade não causa medo em ninguém. Seu contato é luciano@fluidezmental.com.br.


Faça terapia, ela te ajuda a enfrentar seus medos, seja lá quais forem!


Um boa semana para você!



5 visualizações
 

Formulário de Inscrição

©2020 por Fluidez Mental (Onde o pensamento é livre). Orgulhosamente criado com Wix.com