top of page

Resenha Psicológica: Howard Hughes em "O Aviador" (interpretado por LeonardoDiCaprio)

Olá tudo bem por aí? Aqui é o Luciano.


Hoje temos um convidado especial no Blog, meu colega de clínica e profissão Ian Oliveira, ele vem contribuir com nossa série "A Psico na Cultura", espero que vocês curtam! O contato dele está no final do texto.



O filme "O Aviador", dirigido por Martin Scorsese e estrelado por Leonardo DiCaprio,

retrata a vida do magnata Howard Hughes, um excêntrico empresário e pioneiro da aviação.


Através da notável atuação de DiCaprio, somos apresentados a um personagem complexo e intrincado, cuja jornada nos leva a uma compreensão mais profunda dos desafios e conflitos psicológicos enfrentados por essa figura histórica.


Desde o início do filme, fica evidente que Howard Hughes é uma pessoa notável,

mas também profundamente afetada por questões psicológicas. Ele é mostrado como

alguém extremamente ambicioso, determinado e apaixonado por aviação. Seu entusiasmo e dedicação levam-no a buscar a inovação tecnológica e a perseguir recordes aeronáuticos.


No entanto, é também durante esse período inicial que percebemos as primeiras

manifestações de sua ansiedade e compulsões.


Ao longo do filme, Hughes desenvolve um transtorno obsessivo-compulsivo (TOC),

que se agrava à medida que ele lida com o estresse do sucesso e das pressões comerciais.


Suas obsessões estão ligadas principalmente à limpeza e à higiene, tornando-o obcecado em evitar germes e contaminação. A ansiedade social também é retratada, pois ele enfrenta dificuldades em lidar com pessoas em situações sociais, o que o isola e afeta suas relações pessoais e profissionais.


Outro aspecto da personalidade de Hughes é sua luta com a hipocondria. Ele está

constantemente preocupado com doenças e faz visitas frequentes a médicos e hospitais.


Essa preocupação com a saúde também pode ser vista como uma expressão de sua busca por controle em um mundo caótico.


Além disso, o filme também retrata seu envolvimento com várias mulheres famosas

da época, revelando uma dimensão de sua personalidade marcada por relações instáveis e impulsividade. Essa característica, juntamente com sua impulsividade empresarial, contribui para momentos de imprudência e decisões arriscadas, o que o leva a confrontar desafios legais e financeiros.


Um ponto importante a ser notado é como o sucesso e a fama exacerbam suas

questões psicológicas. A pressão de ser uma figura pública e manter sua imagem de

sucesso o coloca sob uma intensa pressão, agravando seus problemas emocionais.


A atuação brilhante de Leonardo DiCaprio nos permite mergulhar nas camadas

emocionais e psicológicas de Howard Hughes. Sua interpretação captura perfeitamente as nuances e a complexidade do personagem, tornando-o um retrato psicológico fascinante.


Em resumo, "O Aviador" é muito mais do que uma cinebiografia de um magnata da

aviação; é um retrato psicológico profundo e perturbador de Howard Hughes. Suas

realizações notáveis são equilibradas por suas batalhas internas com o TOC, ansiedade

social e hipocondria. A trajetória do personagem principal nos lembra das complexidades da mente humana.


Sobre o Autor:

Ian Leonardo de Oliveira. Sou Psicólogo com experiência de mais de cinco anos na área,

realizando atendimento clínico para adolescentes, adultos e idosos na Clínica Equilibryum, além de consultas hospitalares no Hospital Santa Paula, para pacientes com câncer. Tem expertise no trabalho com equipe multiprofissional pela Unidade de Referência à saúde de pessoas idosas.


É especialista em Psicologia Organizacional e do trabalho pela Unibf, com competências

generalistas para atuação nas áreas de saúde, educação e organizacional.

Graduado em Psicologia pela Universidade Anhembi Morumbi, Pós-Graduado em Psicologia Hospitalar pela UniSão Paulo e atualmente cursa Pedagogia pela Unesp, com previsão de conclusão em 2025.


Contato:

11937720104




39 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Post: Blog2_Post
bottom of page