• amanda_psiacolher

Entrevista: Bruno Lima ( Personal Trainer)

Atualizado: Set 27

Foi um grande prazer fazer a entrevista com o Bruno, um profissional extremamente dedicado e competente no que faz.


Para você que acompanha nosso site e quer adquirir o hábito saudável de praticar atividades físicas, ele é a pessoa indicada para você acompanhar nas redes sociais.


Fluidez Mental: Explique como é o trabalho de um personal trainer e as vantagens de contratarmos esse serviço?

Bruno Lima: O personal trainer é um profissional regulamentado na profissão de Educação Física qualificada(o) para treinar seu aluno/cliente de forma individualizada ou através de pequenos grupos. Ele (a) deve deter as habilidades e conhecimentos necessários para sua área de atuação e perfil de público.

A principal vantagem em contratar um personal trainer é a relação eficiência x segurança, ou seja, conseguir atingir seus objetivos da maneira mais eficaz e segura! Pois cabe ao Personal desenvolver a estratégia de treino e atendimento que melhor atenda seu cliente.

F.M: Fale sobre você e o que o inspirou a ser um personal trainer.

B.L: Para ser sincero quando ingressei na graduação em educação física era muito jovem e não tinha ideia do que era o trabalho de Personal Trainer, somente com o passar dos anos fui compreendendo o quão complexo era e continua sendo este mercado de atuação. Encantei-me com a ideia de poder ajudar pessoas a encontrar prazer e resultado através do exercício físico organizado e individualizado.


F.M: Quais foram os maiores desafios encontrados em sua carreira?

B.L: Sem dúvida, um dos maiores desafios na carreira de Personal Trainer é dominar as diversas áreas de conhecimento que não são ensinadas na faculdade! O Personal é como uma empresa, ele precisa administrar tudo que envolve seu trabalho, como cuidar de sua atualização profissional, finanças, marketing, agenda e tudo que poça proporcionar uma carreira sólida e sustentável.


F.M: Qual recomendação você daria para uma pessoa sedentária que gostaria de iniciar atividades físicas?

B.L: Primeiramente comece pelas atividades que estão ao seu alcance, ou seja, que não interfiram demais na sua rotina. Não crie obstáculos logo de imediato com atividades extremamente complexas, faça o que tem condição de fazer, pode ser uma simples caminhada ou corrida, um passeio de bicicleta ou algum esporte predileto. Se conseguir começar com algo que goste, as chances de se manter ativo são muito maiores do que se fizer logo de cara atividades que não suporta!

F.M: O que você diria para as pessoas que alegam não ter tempo para realizar atividades físicas?

B.L: A prática regular de exercícios não é um hábito que se constrói da noite para o dia, é preciso se adaptar aos poucos e adequar o volume e o tipo de acordo com seu estilo de vida e condições físicas. Existem estudos que compravam a eficácia de alguns modelos de exercício que exigem menos de 10min do nosso dia, não é coincidência que atualmente o treinamento intervalado de alta intensidade (HIIT) faz cada vez mais sucesso entre os praticantes, muito provavelmente devido ao seu ótimo custo benefício de tempo x benefício.

F.M: As atividades físicas que você ensina tem alguma restrição de idade?

B.L: Algumas atividades devem ser evitadas ou adaptadas não somente em função da idade, mas também das condições físicas e de saúde de cada indivíduo.


F.M: Qual é a frequência/carga horária mínima para nos mantermos saudáveis fisicamente?

B.L: O Colégio americano de esportes e medicina (ACSM) recomenda a quantidade mínima de 30min diários ou 150min/semana de atividades aeróbicas moderadas. Se a atividade for vigorosa a recomendação diminui para 75min/semana. Mas a verdade é que toda atividade conta, mesmo que não alcance o tempo recomendado, aos poucos vamos criando novos hábitos e consequentemente aumentando o volume de tempo dedicado ao cuidado da saúde.

F.M: Existe alguma restrição que impeça uma pessoa de iniciar atividades físicas?

B.L: Qualquer pessoa sedentária, antes de se engajar em um programa de exercícios físicos deveria consultar um médico de confiança para verificar se possui restrições que coloquem sua segurança em risco. Existem diversos exames e avaliações que podem ser solicitados pelo médico antes de começar a praticar atividades físicas, principalmente as vigorosas.


F.M: Você poderia explanar sobre os benefícios de se realizar atividades físicas?

B.L: Os benefícios são inúmeros, mas podemos dar alguns exemplos separados por categorias.

Referentes ao condicionamento físico - Aumento da capacidade cardio respiratória; aumento da força e resistência muscular; manutenção e ou melhora da flexibilidade e mobilidade articular.

Referentes à saúde - Controle do peso e composição corporal; glicemia; pressão arterial; vascularização de órgãos e tecidos; controle da osteoporose e sarcopenia; maior longevidade; maior qualidade do sono.

Referentes ao dia a dia - Melhora e ou manutenção da boa postura; maior disposição e resistência para tarefas de trabalho ou de casa.

Referente à estética - Controle da composição corporal através da diminuição de gordura e aumento de massa magra; menor flacidez e aumento do tônus muscular.

F.M: Existe algum treino seu pronto que você gostaria de recomendar para quem quer iniciar atividades físicas?

B.L: O ideal é evitar buscar exercícios prontos que foram pensados para outras pessoas, é sempre mais interessante realizar um programa de exercícios que esteja de acordo com nossos objetivos e condições físicas.


F.M: Já procurou serviço psicológico? O que achou?

B.L: Tenho uma amiga Psicóloga que já me deu atendimento através de vídeo chamada e foi muito bom, ajudou bastante!


F.M: Qual a importância da saúde mental na atividade física?

B.L: É comprovado: a prática regular de exercícios reduz o estresse, melhora o humor e turbina a saúde mental.

Em um estudo feito no reino unido, às pessoas que fizeram de 30 a 60 minutos de exercícios por dia, de três a cinco vezes na semana, foram as que apresentaram menos dias de saúde mental ruim, em comparação aos sedentários.

F.M: Você acredita que praticar atividades físicas poderia influenciar em relação aos transtornos psicopatológicos, tais como depressão e ansiedade?

B.L: Existem estudos que apontam para benefícios do Exercício no controle da ansiedade e depressão, contribuindo diretamente para nossa saúde mental.

F.M: O que você diria para uma pessoa que diz não gostar de atividades físicas?

B.L: Diria que muito provavelmente esta pessoa ainda não encontrou a atividade que lhe proporcione prazer e bem estar, ou poderia estar fazendo outras atividades de maneira equivocada, como excesso de exercícios por exemplo! Nem sempre se trata de gostar, mas sim de criar novos hábitos e deixar outros para trás. Muitas vezes se faz necessário realizar tarefas que não queremos, mas os benefícios são o resultado que queremos!

F.M: Como podemos medir os resultados das atividades físicas realizadas?

B.L: Existem maneiras específicas de se avaliar o progresso de uma pessoa após um determinado período de engajamento em um programa de exercícios físicos. Através da Avaliação física é possível saber se o indivíduo melhorou seu condicionamento físico através de testes de esforço, se engordou, emagreceu ou ganhou músculos através de métodos como circunferência corporal, bioimpedância e adipometria.


F.M: Como escolher o tipo de atividade física que se encaixa para cada pessoa?

B.L: Buscando um profissional de Educação Física devidamente registrado e experiente o suficiente para auxiliar nesta busca. As opções são as mais variadas e podem ser encontrados em academias, clubes, parques e praças ou praticando exercícios dentro de casa.


F.M: O que você diria para quem nunca fez atividade física?

B.L: Nunca é tarde para começar, a boa notícia para quem é sedentário é que os benefícios são mais facilmente percebidos por indivíduos destreinados, ou seja, em poucas semanas já é possível se animar e motivar com os resultados alcançados.


F.M: É possível fazer uma atividade física em plena quarentena dentro da nossa casa em um ambiente com pouco espaço?


B.L: Completamente possível, obviamente as possibilidades variam de acordo com o espaço disponível e condições da pessoa interessada.


F.M: Quando uma pessoa está realizando atividade física e sente alguma dor, o que é recomendado nesse caso?

B.L: Se a dor persistir e se tornar um desconforto é aconselhado buscar ajuda médica para descartar algum problema maior, para só então retornar aos exercícios.



F.M: Para contratar os seus serviços de personal trainer como podemos fazer?

B.L: É possível contratar este serviço diretamente com seu profissional de Educação Física de confiança. Existem também empresas especializadas no agenciamento destes profissionais.


Se você se interessar pelo trabalho dele e quiser contratar os seus serviços de personal trainer, é só entrar em contato diretamente com ele por meio dos canais citados:


Bruno Lima - Personal Trainer

CREF - 044325-G/SP

Site: www.personalbrunolima.com.br

Instagram - @personalbrunolima

Whatsapp - 11998123066


Entrevista realizada por Amanda Minello, Psicóloga e colunista do Fluidez Mental, seu contato é: contato@psiacolher.com.br



31 visualizações
 

Formulário de Inscrição

©2020 por Fluidez Mental (Onde o pensamento é livre). Orgulhosamente criado com Wix.com